CategoriaEntrevistas

A diretora Chris D`Amato comenta, em entrevista ao POP, o processo de criação de “S.O.S Mulheres ao Mar”

Chris D'Amato

Quando pego o telefone para fazer a entrevista com a diretora Chris D`Amato, sou avisado gentilmente pela assessora que terei dez minutos para falar com ela. “Difícil sou eu falar em dez minutos. Mulher fala em dez minutos?” Me respondeu, antes mesmo de eu ter tempo de ensaiar um “olá”. A afirmação, se talvez não valha para todas as mulheres do mundo, seguramente vale para ela mesma. Já na primeira pergunta, por exemplo, ela me brinca com a descrição detalhada de todo o processo de desenvolvimento de seu mais novo filme, “S.O.S. Mulheres ao Mar”.

Leia mais

Alexandre Borges fala sobre paternidade, animações e dublagem em entrevista

Alexandre Borges

Para quem nunca tinha feito uma dublagem de animação na vida, assumir a voz do Peabody, de “As Aventuras de Peabody e Sherman” deve ter sido um belo desafio para Alexandre Borges. Isso porque o personagem não apenas usa um monte de palavras difíceis, como as fala bem rápido também. Mas vamos começar pelo começo.

“A animação conta a história do cachorro mais inteligente do mundo [Senhor Peabody], superdotado, que fala, que anda, é um cientista consagrado, pinta, é gourmet, mas chega um momento na vida dele, por conta da idade, até um pouco parecida com a minha, ele sente falta de ter uma família, e resolve adotar um menino. Aí fica aquela discussão, `como você vai adotar um menino, você é um cachorro!`,” disse o ator em entrevista por telefone para o POP.

Leia mais

“É quase uma `Malhação` sem pudor”, diz Malu Rodrigues sobre “Confissões de Adolescente”

Malu Rodrigues

Tão complicado quanto ser um adolescente é retratar essa fase na ficção. Por isso, então, fica o grande mistério em relação à “Confissões de Adolescente”, livro semi-autobiográfico de Maria Mariana que virou peça, série para a TV e, agora, um belo e merecido filme – sobre o qual falamos mais na tradicional resenha. A atriz Malu Rodrigues, que interpreta a Alice no filme, conversou com o POP sobre, entre outros assuntos, o que faz a história continuar tão atual.

Leia mais

POP Entrevista Fábio Porchat e Júlia Rezende, ator e diretora de “Meu Passado Me Condena”

passado-entrevista

Fazer um filme no Brasil é coisa para doido. São toneladas de documentos enviados para as leis de incentivo, seguidas de centenas de horas gastas em reuniões com possíveis apoiadores, para, só então, as coisas mais práticas – o cinema em si – começarem acontecer. A coisa se complica quando há uma série de `marinheiros de primeira viagem` à bordo. Mais ainda quando o caso é filmar em um cruzeiro transatlântico, algo inédito no cinema nacional, com cenas no Marrocos e na Itália. Leia mais

Conversamos com o diretor e roteirista Kleber Mendonça Filho

o-som-ao-redor

“O Som ao Redor” ultrapassou 100 mil espectadores em salas de cinema. Na semana passada o longa estreou no iTunes, podendo ser visto por praticamente qualquer pessoa que tenha acesso à internet (e um cartão de crédito). Com isso, chegou ao quinto lugar, entre os filmes mais vistos, disputando com “007 – Operação Skyfall”, “As Aventuras de Pi”, “Amanhecer – Parte 2″ e “Argo”. Tudo bem impressionante se você considerar o tom intimista do trabalho. Leia mais

“Um bom roteiro é o que conta uma história”, diz Guillermo Arriaga, em entrevista ao POP

arriaga

A pele branca e os olhos azuis não denunciam facilmente, para quem não o conhece, a origem mexicana de Guillermo Arriaga. Autor dos textos originais de “Amores Brutos”, “21 Gramas” e “Babel”, além de ter dirigido “Vidas Cruzadas”, Arriaga acabou se tornando um dos mais inventivos, por sua originalidade em tempos de remakes e continuações, roteiristas de nosso tempo.

Vestido como um gringo, de calça e camisa em tons cáqui, Arriaga estava cansado. Veio ao Brasil para uma palestra de dois dias sobre roteiro, através do projeto Ficção Viva. Suas técnicas e estruturas, completamente distintas do convencional (chegou a se dizer ofendido quando via pessoas elogiarem a edição de filmes como “21 Gramas”, já que a estrutura já estava pensada no roteiro). Ainda assim, teve disposição para uma rápida conversa comigo sobre sua formação, carreira e preferências.

Leia mais

POP entrevista – Breno Silveira, diretor de “Gonzaga – De pai para filho”

POP entrevista – Breno Silveira, diretor de “Gonzaga – De pai para filho”

Se tem uma pessoa no cinema brasileiro que é empolgada com os filmes que faz, esse alguém é Breno Silveira, mais conhecido por aqui com “2 Filhos de Francisco”, em que contou a história da dupla Zezé Di Camargo e Luciano. Agora, em entrevista por telefone ao POP para falar de “Gonzaga, De Pai Para Filho”, ele mostrou o mesmo entusiasmo e orgulho com o trabalho de quando falou sobre seu filme anterior, “À Beira do Caminho”. Leia mais