Tag - Robert Pattinson

Life: Um Retrato de James Dean

Life: Um Retrato de James Dean

O que há por trás de uma imagem? A postura mais cínica fica entre o nada absoluto e uma sucessão infinita de outras imagens. A menos, em contrapartida, considera a possibilidade de que por trás de uma imagem está a própria vida. Ou ao menos uma fatia dela. Life: Um Retrato de James Dean (Life, 2016) é antes de tudo um líbelo pela segunda opção. A busca de Dennis Stock (Robert Pattinson) não é pela fama impulsionada pelo apelo de um prestes-a-ser-descoberto James Dean (Dane DeHaan), mas sim por conseguir apreender através de suas lentes algo da eletricidade que ele sentia naquele momento e que de alguma forma estava representada no jovem ator. Leia mais

“A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2″ encerra a série sem grandes emoções

“A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2″ encerra a série sem grandes emoções

Se o último filme termina com um close nos olhos de Bella Swan, novamente interpretada por Kristen Stewart, “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2” começa com a câmera subjetiva mostrando o ponto de vista da mais nova vampira. Seus novos sentidos, hipersensíveis, depois de perscrutar todo o ambiente, acabam chegando a Edward, papel de Robert Pattinson, que é uma forma de nos lembrar que o amor dos dois é a coisa mais importante nesse filme. Leia mais

“Bel Ami – O Sedutor” e o esforço de Robert Pattison em ser bonito

“Bel Ami – O Sedutor” e o esforço de Robert Pattison em ser bonito

O IMDb (Internet Movie Database, basicamente um catálogo gigante e em constante atualização de filmes) lista nada menos do que 11 produções baseadas em “Bel Ami”, o romance escrito por Guy de Maupassant em 1885. O duro comentário social, além do poder da sedução como arma política, continuaram (e continuam) relevantes ao longo do século 20. Daí vem tanta gente interessada em recontar a história. Leia mais

Nada de meio termo com a “Saga Crepúsculo”

Twilight-Movie

Se você está interessado em ler mais um dos milhões de textos que estão publicados internet afora, dedicando parágrafos e parágrafos descascando a “Saga Crepúsculo”, este talvez não seja seu lugar. Claro, não dá para afirmar que o filme seja algum tipo de estado da arte cinematográfica. Muito pelo contrário. Mas há que se parar um pouco para pensar sobre um fenômeno que segue arrastando multidões aos cinemas.

Leia mais