Tag - Marvel

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

A sanha hollywoodiana por lucros livres de riscos dita que uma propriedade com potencial de venda não ficará muito tempo sem receber uma nova versão e relançamento comercial. Para ser vendável, todavia, é preciso que a refilmagem apresente algo de novo, dizendo algo sobre o mundo em que vivemos. Portanto, para entender a que se propõe Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, 2017) é preciso diferenciá-lo tanto da trilogia Homem-Aranha (Spider-Man, 2002, 2004 e 2007) quanto do díptico O Espetacular Homem-Aranha (The Amazing Spider-Man, 2012 e 2014). A até então inédita integração do personagem com o Universo Cinematográfico Marvel dá uma pista para começar este debate. Leia mais

Capitão América: Guerra Civil

Capitão América: Guerra Civil

É bem possível que do ponto de vista narrativo Capitão América: Guerra Civil (Captain America: Civil War, 2016) só faça sentido dentro do contexto do Universo Cinematográfico Marvel. Ou seja, o arco de desenvolvimento de personagens não se resolve dentro do intervalo das duas horas e meia de projeção, mas sim em perspectiva em relação aos demais filmes. Por um lado isso é desimportante, já que as bilheterias dos últimos 12 filmes implica que bem poucas pessoas estarão perdidas na trama; por outro talvez seja o que torne a nova aventura dos heróis da Marvel algo mais. Podemos até mesmo arriscar a palavra transcendental. Leia mais

Jessica Jones – Primeira Temporada

Jessica Jones

Demolidor levou o Universo Marvel ao rés do chão. É um duro comentário sobre o significado de viver espremido por interesses de mercado que buscam se aproveitar de um desastre para lucrar. Ao mesmo tempo, e com efeito bem menor, Agente Carter foi a primeira vez que a Marvel se preocupou em colocar uma mulher no centro da trama, trabalhando o discurso de igualdade, com a protagonista tendo que se provar melhor do que os homens em um mundo estupidamente machista. Jessica Jones, mais novo resultado da parceria da Casa das Ideias com a Netflix, vai ainda mais adiante nesses dois aspectos, se tornando um marco do audiovisual comercial. Leia mais

“Demolidor” – Crítica da primeira temporada

Daredevil_RedSuit1

Mesmo “Capitão América 2: O Soldado Invernal”, o mais adulto dos filmes da Marvel até agora, é voltado para adolescentes. A relevência de sua temática (a legitimidade de agências de vigilância se voltarem para o povo americano) não esconde o tom cartunesco das lutas coreografadas ou a bidimensionalidade do personagem de Chris Evans. Em “Agents of S.H.I.E.L.D.” e “Agent Carter” (ainda que este último tenha bons momentos e faça uma apropriada discussão sobre gênero), seus produtos para a televisão, não foram muito além. Até agora. Leia mais

Deus do Trovão encontra a maturidade em “Thor: O Mundo Sombrio”

thor-the-dark-world

De certa forma, um ciclo se fecha em “Thor: Mundo Sombrio”. A jornada do herói interpretado por Chris Hemsworth, iniciada em “Thor”, encontra seu fim aqui. Ele, que começou como um menino mimado, que não se interessava pelas consequências de seus atos e pensava ser invencível, acaba se tornando o nobre herói que usa sua força para causas maiores e mais importantes do que sua própria glória. Leia mais

“Homem de Ferro 3″ enfoca mais em Tony Stark do que na armadura

Homem de Ferro 3

Mesmo um homem como Tony Stark fica abalado depois de passar por aquilo tudo em “Os Vingadores”. Exécito alien, semi-deuses, Hulk, lendas americanas e até pegar uma bomba nuclear com as mãos. Tudo isso deixou o nosso playboy, gênio, milionário, filantropo favorito à beira de um colapso nervoso, o que resulta em um acesso de criatividade sem igual. Isso, junto de alguns fantasmas do passado, que voltam para assombrá-lo, mais um terrorista internacional completamente insano, compõe o cenário de “Homem de Ferro 3″.

Leia mais

“Os Vingadores” é o sonho de todo nerd tomando forma

“Os Vingadores” é o sonho de todo nerd tomando forma

Finalmente chegou o momento esperado por uma legião de fãs de quadrinhos mundo afora. Um filme dedicado não apenas a um supergrupo de heróis, mas a um dos dois supergrupos mais importantes das HQs: Os Vingadores. O plano durou mais de cinco anos, com o pontapé inicial dado na cena pós-créditos do primeiro “Homem de Ferro”, quando Nick Fury (Samuel L. Jackson) convida Tony Stark (Robert Downey Jr.) para participar de sua ‘Iniciativa Vingadores’. Leia mais